educação 2021

Adeus, 2021…

por Silvana Tamassia

17/12/2021

Nem preciso dizer como este ano foi desafiador para todos/as.

Em 2020 fomos surpreendidos/as pela pandemia e tivemos que nos adaptar rapidamente. Já em 2021, iniciamos o ano acreditando que já tínhamos experiência suficiente para lidar com os desafios impostos pela pandemia e que seria um ano mais fácil, com a esperança da vacina para todos/as.

Mas logo, uma nova onda chegou e tudo ficou confuso novamente. As aulas que estavam voltando a ser organizadas presencialmente, acabaram permanecendo no modelo on-line ou com atividades remotas.

Para a maioria dos/as estudantes, uma grande perda. Chegamos ao final de 2021 com uma dívida enorme a ser paga nos próximos anos!

 

Na Elos, tivemos muitos aprendizados ao longo do ano e procuramos contribuir com as redes e escolas com as quais pudemos trabalhar, apoiando gestores/as e professores/as na organização para o retorno das aulas presenciais, pensando não só em protocolos sanitários, mas também no acolhimento da equipe e dos/as estudantes, que tiveram que manter a saúde física e mental durante mais de um ano longe da escola.

Nossas lives e publicações buscaram aproximar essas pessoas e trazer materiais que pudessem servir de referência para diversos temas.

 

O trabalho com a educação infantil no contexto remoto, possivelmente tenha sido o mais desafiador, já que é um público que ainda não tem a autonomia suficiente para trabalhar sem a orientação dos/as professores/as. Talvez por isso, os materiais produzidos para esse público tenham sido um dos mais acessados em 2021, como a carta de intenções para o planejamento do trabalho docente e as competências socioemocionais na educação infantil.

–  https://eloseducacional.com/docentes/carta-de-intencoes-educacao-infantil/

–  http://eloseducacional.com/educacao/socioemocionais-educacao-infantil/

 

Também tivemos que nos reinventar para pensar em como planejar atividades impressas que pudessem ser trabalhadas no contexto remoto, cuidando para que fossem atrativas para os/as estudantes e, ao mesmo tempo, claras para quem fosse orientá-los/as em casa.

 

 

Para apoiar os/as professores/as do ensino fundamental, publicamos materiais dos diversos componentes curriculares, com propostas que pudessem ser colocadas em prática em cada contexto. Destaco aqui o material de Geografia que foi um dos mais acessados pelos/as educadores/as que acompanharam nossas publicações ao longo do ano.

https://eloseducacional.com/educacao/proposta-de-atividades-para-aula-de-geografia/

 

Outro grande desafio foi o engajamento dos/as estudantes no retorno às aulas, tanto no contexto virtual (para quem conseguiu acesso para esse modelo) quanto no presencial (nas redes em que já foi possível estar presencialmente no segundo semestre). O modelo virtual exigiu dos/as educadores/as novas aprendizagens e competências para envolver os/as alunos/as num contexto em que, muitas vezes, lidamos apenas com uma tela cheia de quadradinhos, pois a conexão nem sempre permitia o acesso por meio de câmeras. O uso de diferentes ferramentas complementares foi um diferencial para esse momento, buscando conectar os/as estudantes por diferentes meios. Algumas ideias podem ser encontradas no texto publicado sobre o tema.

http://eloseducacional.com/educacao/5-passos-para-aumentar-o-engajamento-dos-alunos/

 

Mas não foi só o/a professor/a que precisou lidar com o desafio de fazer a gestão das emoções. Para as equipes gestoras também foi necessário desenvolver competências que foram além daquelas utilizadas para gerir uma escola no contexto anterior à pandemia. Tiveram que se preparar para receber estudantes, familiares, equipe docente e demais funcionários/as, muitos deles/as abalados/as pelas perdas que aconteceram neste período e pelos comprometimentos sofridos pelo longo tempo de isolamento, pelo qual nem todos/as passaram de maneira saudável. Em alguns casos, esse isolamento afetou as questões emocionais, necessitando apoio para a reinserção desses indivíduos no contexto escolar.

Esse foi o assunto de um dos nossos textos, que pode te ajudar nesta demanda para o apoio às lideranças escolares.

http://eloseducacional.com/educacao/gestao-das-emocoes-dicas-para-as-equipes-gestoras/

 

Destaque ainda para nossa equipe de formação que buscou estar perto de cada educador/a com os/as quais atuamos ao longo do ano, superando as barreiras do distanciamento para estarem próximos de cada um/a, ainda que de maneira virtual, contribuindo para as ações a serem desenvolvidas em cada rede ou escola deste Brasil por onde passamos esse ano.

Junto com nossos/as parceiros/as pudemos chegar em diversos municípios e estados e compartilhar um pouco da nossa experiência, trazendo nossa contribuição para que o trabalho pudesse ganhar novas possibilidades, ajustando-se a cada contexto.

 

A palavra de 2021 foi resiliência. Passar por todos os desafios e seguir firmes em nosso caminho foi o que buscamos e, juntos/as e conectados/as conseguimos fazer o melhor que pudemos e, aos poucos, a rotina foi sendo retomada.

2022 está batendo à nossa porta e a palavra agora é esperança.

Esperança de um ano menos desafiador do ponto de vista sanitário e de saúde, mas com muito a se fazer em termos de recomposição da aprendizagem de tantas crianças, adolescentes, jovens e adultos/as que tiveram que se distanciar da escola para garantir que chegassem bem até aqui.

 

E agora, temos o compromisso de apoiar todas essas pessoas a conseguirem desenvolver-se de maneira plena e recuperar o que ficou pelo caminho, permitindo que possam continuar sonhando e planejando seus projetos de vida daqui para a frente, com saúde plena, mas com educação de qualidade para todos/as e cada um/a.

 

A Elos estará junto com cada educador/a do Brasil que deseja fazer a diferença na vida desses/as estudantes.

Que 2022 seja mais que um ano novo, mas que seja um ano de muitas realizações e de aprendizagens que possam ampliar não só os conhecimentos em relação aos conteúdos que ficaram para trás, mas que os/as ajudem a ampliar seus conhecimentos e habilidades sociais, emocionais, afetivas, culturais, físicas e cognitivas, de modo a desenvolver em cada um/a as competências necessárias para viver no século XXI, pós pandemia.

Que venha 2022!!!

 

Gostou? Compartilhe nas suas redes!

Comentários sobre o texto

  1. Ana cristina Freitas Mendonça disse:

    Realmente a palavra que representa 2022 é Esperança de ano mais tranquilo, para que possamos realizar nossas práticas pedagógicas
    Com mais calma e um aprendizado mais qualitativo.
    Enfim que esse ano que se encerra nos traga aprendizado e o que virá também.

  2. Amarildo Berbert Gomes disse:

    Boa tarde!!!

    Muito pertinente para o momento que estamos vivendo, tanto no que diz respeito ao PASSADO, PRESENTE e ao FUTURO. Em ralação ao passado, a insegurança era total, aí vivenciamos o momento e conseguimos muita VITÓRIA como por exemplo, o retorno das aulas presenciais, mesmo que não em sua totalidade. Novamente a insegurança se instala, quando jos deparamos com o FUTURO. Aí perguntamos “Como será? Não sabemos o certo, mas de uma coisa nós temos certeza, que apesar de não sabermos como será o FUTURO, mediante a PANDEMIA, uma coisa temos certeza, que venha o que vier, nós temos a certeza que conseguiremos a VITÓRIA, pois provamos isto, num PASSADO e PRESENTE bem próximos.

    1. Diogo Sampaio disse:

      Adeus 2021 que venha 2022

  3. Maria Madalena Caldeira de Souza Lima disse:

    Magnífico! Me vi,por várias vezes levada por esse redemoinho de emoções citadas no texto. Mas,minha palavra para o momento é GRATIDÃO. Apesar de todas as perdas,tropeços, desencontros,estamos aqui. A nós,foi dada outra chance! Então,que aproveitamos os desafios que o mundo nos oferece e vamos a frente. Em busca sempre,por um mundo mais igualitário,com mais respeito e empatia! Que venha 2022.

Deixe um comentário para Diogo Sampaio Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

artigos relacionados

Inscreva-se na nossa Newsletter